Alcon

(11) 4240-2272
Orçamento

Chamadas Alcon

Glossário

Números:

2-Tone (dois tons):
Referem-se aos 2 tons de silenciador do rádio, onde o usuário pode escolher ouvir um tom de alerta e também pode ser usado no grupo de chamada.
4FSK (Four Symbol Frequency-Shift Keying):
Esquema de modulação em frequência adotada pelo padrão DMR.
IP54:
Sinaliza o nível de Proteção do equipamento contra respingos de água em qualquer direção e contra poeira, ambos com possibilidade de pequena infiltração.
IP55:
Sinaliza o nível de Proteção do equipamento contra jatos de água de baixa pressão e contra poeira, ambos com possibilidade de pequena infiltração.
IP57:
Sinaliza o nível de Proteção do equipamento contra imersão de água de 15cm a 1m (até 30 min) e contra poeira com possibilidade de pequena infiltração.
IP65:
Sinaliza o nível de Proteção do equipamento contra jatos de água de baixa pressão com possibilidade de pequena infiltração e contra poeira.
IP67:
Sinaliza o nível de Proteção do equipamento contra imersão de água de 15cm a 1m (até 30min) e contra poeira.

A:

AC:
Corrente alternada

AI (Air Interface):

Interface aérea em TETRA

ACC:
Abreviação usada para acessório.
AMBE + 2 ™:
AMBE™ é uma tecnologia de compressão de áudio desenvolvida pela Digital Voice Systems, Inc. (DVSI). Esta tecnologia mantém a qualidade de áudio de uma transmissão e corrige erros de transmissão e ruído. AMBE + 2 ™ é a mais recente versão do AMBE ™.
ANATEL:
Agência Nacional de Telecomunicações. É uma entidade vinculada à Administração Pública Federal e ao Ministério das Comunicações. Realiza as atividades de fiscalização e regulamentação do setor de telecomunicações.
ANI:
Identifica qual o rádio chamador.
ATEX (ATmospheres EXplosives):
Padrão europeu de classificação e normatização de equipamentos intrinsecamente seguros. Classificação baseada em zonas.
AUX:
Abreviação para uma porta auxiliar. Para ligar em um dispositivo periférico.
AVL:
Um sistema de localização de veículos através de GPS.
Avtec:

 

B:

BS (Base Station):
Estação rádio base

C:

Código Internacional Q:
O Código Q é utilizado pelas unidades de Segurança Pública e Forças Armadas, internacionalmente. Existem 45 códigos Q na lista de abreviações utilizadas na radiocomunicação, todos compostos por 3 letras e iniciando com a letra Q.

 download do Código Q e Alfabeto fonético

 

CPU:
Unidade de processamento central

 Modo Convencional:
Clique aqui

 

D:

DC:
Corrente contínua

Damm:
Clique aqui

DB25:
Refere-se aos cabos de 25 pinos e plugues

DES:
Padrão de criptografia de dados (algoritmo de criptografia)

DFA (Atribuição de frequência direta):
Notifica automaticamente todos os equipamentos ligados no sistema que uma nova frequência foi adicionada a rede.

DGNA:
Designação de número de grupo dinâmico

DMO:
Operação em modo direto

DMR (Digital Mobile Radio):
DMR é um padrão aberto de tecnologia de rádio profissional (PMR) definido pela ETSI. Atende os modos de operação convencional e troncalizado. O padrão aberto DMR opera com espaçamento de canal 12,5kHz e fornece os recursos de voz, dados e outros serviços complementares, com capacidade de 2 comunicações simultâneas. As evoluções do padrão são suportadas pela Associação DMR no desenvolvimento de novas padronizações ETSI e realização do processo de interoperabilidade entre os equipamentos dos diversos fabricantes disponíveis no mercado.

DMR Tier II:
O modo de operação Tier II caracteriza-se por um sistema de radiocomunicação convencional no fornecimento dos serviços de comunicação para os usuários. Cada canal de voz/dados é alocado para um indivíduo ou grupo de usuários.

DMR Tier III:
O modo de operação Tier III caracteriza-se por um sistema de radiocomunicação troncalizado, sendo que vários canais ficam disponíveis a diversos grupos de usuários, de acordo com a necessidade. Destaca-se pela eficiência no uso do espectro de frequências quando há grande densidade de usuários em operação no sistema de radiocomunicação.

dPMR:
Padrão aberto de tecnologia de rádio profissional (PMR) baseado em protocolo FDMA.

DSP:
Processador de sinais digitais.

Duplo:
Um método de comunicação para a transmissão e recepção de dados simultâneos utilizando duas frequências separadas

 

E:

EIA:
Aliança das indústrias eletrônicas. Uma organização privada para as indústrias de produtos eletrônicos nos Estados Unidos. A EIA é credenciada pela American National Standards Institute (ANSI) para desenvolver padrões e especificações técnicas de componentes eletrônicos e de telecomunicações.

EFJohnson:
Clique aqui

ESD:
Descarga eletrostática

ESN:
Número de série eletrônico, cada unidade de rádio tem seu próprio número.

Ethernet:
Uma tecnologia de rede de computadores para LANS.

ETSI (European Telecommunication Standard Institute):
Instituto Europeu de Padronização de Telecomunicações

eXTRAS:
Sistema de Rádio Troncalizado eXtensível TETRA Sepura

F:

FR400:
Estação rádio base TETRA eXTRAS Sepura

FDMA (Frequency Division Multiple Access):
É utilizado exclusivamente em sistemas de radiocomunicação digital. Esta técnica divide o espectro de frequência em vários canais com uma determinada largura de banda (esta largura de banda varia conforme o sistema a ser utilizado). Ao ser estabelecida uma chamada, o canal é reservado durante toda a sua duração.

FleetSync ®:
FleetSync ® é o nome genérico para o sistema de comunicações de mensagens proprietária da Kenwood que utiliza MSK (Keying Minimum Shift) de sinalização.

FleetSync ® permite ao usuário identificar transceptores individuais, bem como enviar e receber mensagens de texto.

FleetSync ® também suporta comunicação serial, permitindo ao usuário conectar um computador ou outro dispositivo externo para o transceptor.

FleetSync ® fornece diversas funções de mensagens que não seria possível com comunicações de voz convencional, e suporta uma ampla variedade de ambientes operacionais.

FleetSync ® é uma marca registada da JVC KENWOOD Corporation

FM:
Modulação de Frequência, uma técnica para a modulação de um sinal analógico. As informações são transmitidas por modulação da frequência. FM oferece uma melhor qualidade de som com menos ruído do que o AM, embora FM requer mais largura de banda e, portanto, não é muito eficiente.

FM Approvals LLC (Factory Mutual):
Padrão americano de classificação dos equipamentos intrinsecamente seguros, utiliza normatização por classes, divisões, grupos e faixas de temperaturas.

FTD-IP:
Despachador eXTRAS com conexão de IP

FTG64:
Gateway eXTRAS

FTNC:
Cliente de gerenciamento de rede eXTRAS

FTNS:
Servidor de gerenciamento de rede eXTRAS

FTR:
Gravador (central) de bulk voice eXTRAS

FTS100:
Soft Switch TETRA eXTRAS

G:

Glonass:
É o nome dado ao sistema de navegação global por satélite russo (GNSS). Desenvolvido inicialmente para fins militares, atualmente é uma alternativa que tem sido implementada, concorrendo com o sistema de GPS.

GPS:
É a sigla de “Global Positioning System” que significa sistema de posicionamento global, em português. GPS é um sistema de navegação por satélite com um aparelho móvel que envia informações sobre a posição de algo em qualquer horário e em qualquer condição climática.

GSM:
Sistema global para comunicações móveis.

GSSI:
Identidade de assinante abreviada em grupo TETRA.

H:

HTTP:
Protocolo de transferência de hipertexto

 

HW:
Hardware

I:

I / O:
Input-Output.

IDAS:
Padrão de rádio digital baseado em FDMA.

IECEX:
Sistema Internacional de Certificação Ex para equipamentos intrinsecamente seguros. O Brasil é membro do IEC desde 2009. As normas que envolvem a certificação de equipamentos e instalações de segurança intrínseca do INMETRO são equivalentes às do IECEX.

IMBE ™:
Uma tecnologia de compressão de áudio desenvolvida pela Digital Voice Systems, Inc. (DVSI).

Intrinsecamente Seguro (IS):
Especificações à prova de explosão, necessários para transceptores utilizados em locais com áreas classificadas como minas de carvão ou refinarias de petróleo, onde o risco de provocar uma explosão é alto.

INMETRO:
Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A Portaria INMETRO n° 179/2010 obriga a utilização de equipamentos e materiais elétricos certificados quando estes forem instalados em áreas classificadas, seja pela presença de gases, vapores, poeiras ou fibras.

IOP:
Processo de interoperabilidade entre equipamentos do mesmo padrão e de fabricantes distintos.

ISI:
Interface inter-sistema

ISO9000:
Clique aqui

ISSI :
Identidade de assinante abreviada individual TETRA

J:

K:

Kenwood:
Clique aqui

KMC :
Centro de gerenciamento de chaves de criptografia TETRA

 KMS:
Servidor de gerenciamento de chaves de criptografia TETRA

L:

LAN:
Rede de área local

 LED:
Diodo emissor de luz

LCD:
Visor de cristal líquido.

LTR ®:
Um sistema de rádio trunking desenvolvido no final dos anos 1970 pela EF Johnson Company.

M:

Man Down:
Um dispositivo de segurança que avisa quando o rádio fica estático, ou seja, não há movimento por determinado tempo ou em uma posição diferenciada, ele aciona o sinal de Man-Down para informar que algo de errado pode ter acontecido com o operador daquele determinado rádio.

MIL-STD:
Trata-se de um padrão militar. Essas normas são definidas pelo departamento de defesa dos Estados Unidos para aquisição do produto.

Multi-site:
Um sistema que possui vários sites ligados através de uma mesma rede.

MPT1327:
Padrão de sinalização para sistemas de rádios troncalizados.

N:

NEXEDGE ®:
NEXEDGE ® é o nome comercial para os sistemas digitais de rádios Kenwood.

NRZ:
Codificação de Non-Return-a-Zero.

NXDN ™:
É o nome do protocolo de interface aérea digital e marca comercial da JVC Kenwood Corporation e ICOM Inc.

NMS:
Sistema de gerenciamento de rede

 

NR-10:
A Norma Regulamentadora 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade (NR-10) adotada pelo Ministério do Trabalho, estipula que as unidades industriais que lidam com riscos de explosões pela presença em áreas classificadas com gases e vapores inflamáveis, ou por poeiras e fibras combustíveis, operem com equipamentos eletro-eletrônicos com certificação Ex (segurança intrínseca), adequados aos riscos evidenciados pelos diversos zoneamentos. A certificação dos equipamentos é realizada pelo INMETRO.

O:

Over-The-Air:
É um sistema de gerenciamento de criptografia. Ele permite que os administradores programem atualizações remotas e respondam rapidamente em caso de perda ou roubo do equipamento.

P:

Panorama:
Clique aqui

PEI:
Interface de equipamentos periféricos

PF:
Teclas de função programáveis.

PTT ID:
Um termo genérico para o sistema ANI-like usado em sistemas de rádio bidirecional. Ele fornece a identificação do rádio transmissor.

Pressione para falar:
Abreviado como PTT. Onde o botão de transmissão é empurrado para baixo, assim sendo possível se comunicar através do rádio.

P25 (Project 25 ou APCO-25):
Caracteriza-se por um conjunto de padrões de comunicações de rádio desenvolvido para atender os sistemas de comunicações emergenciais focados em Segurança Pública, inicialmente nos Estados Unidos, e hoje difundido em vários outros países. Os sistemas P25 Fase 1 utilizam método de acesso FDMA e operação em 12,5kHz. Já os sistemas P25 Fase 2 empregam esquema de 2-slots TDMA com o intuito de melhorar o uso do espectro de frequências e, também aplicação em sistemas troncalizados.

Q:

QT:
Esse sistema permite ao usuário ligar para grupos ou indivíduos em uma única frequência.

R:

RAID :
Matriz redundante de discos independentes

RF:
Frequência de rádio

Rx:
Recepção

RSSI:
Indicador de intensidade do sinal recebido. Um circuito incorporado num receptor que indica a intensidade do sinal que está sendo recebido no rádio.

S:

Samlex:
Clique aqui

SCCH:
Canal de controle secundário

Sepura:
Clique aqui

SINAD:
Sinal para ruído e distorção.

SNMP:
Abreviatura de Simple Network Management Protocol, um padrão da Internet utilizado para gerenciar dispositivos e equipamentos em uma rede IP.

SUM:
Gerenciamento de assinantes

System Configuration Utility:
Um aplicativo que permite alterações na configuração do sistema.

SW:
Software

T:

TEDS:
TETRA Enhanced Data Services (versão 2)

TETRA :
Rádio terrestre troncalizado

TMO:
Modo troncalizado TETRA

Tx:
Transmitir

TDMA:
O TDMA permite que vários usuários partilhem o mesmo canal, dividindo-o em timeslots. Quando existem várias chamadas no mesmo canal, a transmissão destas é feita ciclicamente entre si durante um determinado período de tempo (timeslots).

Trunking:
Adicionar hiperlink do sistema Troncalizado/Trunking do menu Serviços.

U:

UL913:
Padrão internacional para classificação de equipamentos intrinsecamente seguros e itens associados. Comumente adotado nos Estados Unidos. Utiliza normatização por classes, divisões, grupos e faixas de temperaturas.

USB:
Barramento serial padrão (USB)

UHF (UItra High Frequency):
Frequência ultra alta. Compreende a faixa de frequências de 300MHz a 3GHz.

V:

VHF (Very High Frequency):
Frequência muito alta. Compreende a faixa de frequências de 30 a 300MHz.

Vocoder:
Um tipo de tecnologia de compressão de áudio. Analisando a voz humana e podendo gerar uma voz “artificial”. Isso reduz a quantidade de informação necessária para armazenar a fala de uma gravação de áudio completa.

VPN:
Virtual Private Network. Um serviço que cria uma rede virtual discreta através de uma rede pública. Isto é útil para ligar bases importantes dentro de uma empresa, evitando o custo de instalação de uma rede privada

VoIP :
Voz sobre IP (VoIP)

VPN:
Rede privada virtual

W:

WAN:
Rede de área ampla

WAP:
Protocolo de aplicação sem fio

WAV:
Formato do recipiente para armazenagem digital de arquivos de áudio

 Z:

Zetron:
Clique aqui